Teste: Meu filho precisa da ajuda de um terapeuta ocupacional?

Teste: Meu filho precisa da ajuda de um terapeuta ocupacional?

Teste: Meu filho precisa da ajuda de um terapeuta ocupacional?

Todos os pais têm o sonho de verem seus filhos se desenvolverem felizes e saudáveis. Vislumbram, desde a gestação, o dia em que seu bebê começará a engatinhar, a falar, a andar, a ir pra escola, a fazer amigos, entre outras etapas de um crescimento sadio.

Porém, nem sempre, como em tudo na vida, isso acontece da forma esperada. Muitas crianças sofrem com um atraso no desenvolvimento (ou mesmo com alguma deficiência), o que gera muita angústia e ansiedade nos pais, que ficam literalmente sem saber o que fazer.

A Terapia Ocupacional é uma especialidade da área da saúde responsável por promover a prevenção, o tratamento e a reabilitação de pessoas de todas as idades portadoras de alterações cognitivas, afetivas, perceptivas e psicomotoras.

Ela trabalha em seus pacientes a autonomia e a independência na realização das atividades de vida diárias. Na fase da infância, o terapeuta ocupacional capacita a criança para que ela realize, o quanto melhor possível, suas atividades nos diversos ambientes em que ela está inserida, como na escola, em casa e na comunidade.

Ao longo das sessões, os pequenos pacientes aprendem e exercitam atividades como brincar, cuidar da higiene, se vestir, como usar os talheres na hora de comer, como escrever melhor e aprender os conteúdos da escola, além de atuar também na melhora ou manutenção da coordenação motora (como andar, correr e saltar). Quer mais? As crianças desenvolvem também estratégias de comunicação e socialização com as pessoas.

Você sente que seu filho precisa de ajuda para aprender e/ou aprimorar a realização de tarefas cotidianas?

FAÇA O TESTE ABAIXO e descubra se é indicada ao seu pequeno uma avaliação com um terapeuta ocupacional:

Seu filho ou sua filha...

Parece ter problemas em focar os olhos em objetos em movimento?
Tem dificuldades em tarefas rotineiras, como vestir-se, lavar as mãos ou utilizar o garfo e a faca simultaneamente?
Parece desajeitado ou descoordenado em seus movimentos?
Parece extremamente sensível ao som? Os barulhos de pessoas e objetos distraem-no de tal forma que não consegue terminar as tarefas?
Tem dificuldade em tarefas como atirar uma bola, correr, saltar e pular?
Não consegue abotoar ou abrir botões das camisas e/ou fazer o laço no sapato?
Está sempre desatento, não se mantêm sentado, muda de assunto/ideia toda hora e tem dificuldades pra se concentrar?
Tem dificuldades em ter novas ideias para brincar ou em saber como brincar com os brinquedos e com os outros? Parece não gostar de brincar?
Tem dificuldades em recortar, cortar por cima das linhas, colar imagens no local correto ou pintar dentro dos contornos?
Demonstra uma preensão imatura (ato de segurar algo)? Por exemplo: dificuldades em pegar no lápis.
Não consegue manter-se sentado direito na cadeira?
Tem dificuldade em realizar movimentos de forma fluida e ritmada?
Confunde esquerda/direita ou as noções cima/baixo?
Está com reflexos e reações atrasadas para o desenvolvimento neuromotor e sensorial? (Não sustenta a cabeça, não rola, não engatinha ou apresenta dificuldade em reconhecer estímulos visuais e auditivos?)
Tem dificuldade em montar quebra-cabeças ou fazer construção de blocos?
Cai frequentemente e tem tendência a tropeçar e bater nas coisas?
Tem uma escrita desorganizada ou ilegível? Tem dificuldade no espaçamento das letras e no respeito às margens?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *