Microfisioterapia: a cura pelas mãos

Microfisioterapia: a cura pelas mãos

Microfisioterapia: a cura pelas mãos

Nós registramos e guardamos os momentos bons e ruins em nossa mente, mas o que poucos sabem é que o corpo, as células e os tecidos também carregam as marcas daquilo que vivenciamos, sentimos, lutamos e aprendemos.

O acúmulo dessas memórias pode fazer com que haja o aparecimento de dores e doenças, além de causar o enfraquecimento físico, tornando o indivíduo incapaz de combater essas “agressões”.

Partindo desse pressuposto, a Microfisioterapia é uma técnica que procura ajudar pacientes na eliminação natural destas lembranças que “agridem” seu corpo. Por meio das mãos habilidosas de fisioterapeutas especializados, o organismo é capaz de encontrar o caminho para a cura de muitas doenças e disfunções, tais como dores físicas, traumas físicos e emocionais, alterações hormonais e no funcionamento de órgãos, insônia, problemas urogenitais, enxaquecas, alergias, depressão, ansiedade, fobias, síndrome do pânico, hiperatividade, estresse, entre outras.

De acordo com a fisioterapeuta do Centro de Reabilitação Nossa Senhora de Lourdes, Thelma  Meyre Pereira Caldeira, a técnica também é eficaz na prevenção de doenças. “A verdade é que o nosso corpo carrega muitas memórias de traumas, emoções e abandonos, as quais nem sempre se manifestam na forma de patologia. No entanto, é extremamente importante corrigir e apagar essas lembranças negativas da memória corporal, pois podem se converter em doenças mais cedo ou mais tarde”, orienta.

Thelma Caldeira é a única fisioterapeuta especializada em Microfisioterapia no estado do Tocantins e explica que, durante as sessões, “é por meio de toques sutis no corpo do paciente que o microfisioterapeuta consegue identificar bloqueios e corrigi-los seguindo os mapas corporais da técnica”.

Para a presidente do Instituto Nossa Senhora de Lourdes, Ir. Maria Eugênia Ribeiro da Silveira, ser a única organização do Tocantins que atende na área de microfisioterapia traz um salto qualitativo e inovação no serviço prestado à população. “É muito importante para nós estarmos sempre nos atualizando e buscando novidades terapêuticas, uma vez que sempre tivemos o cuidado de olhar o paciente de maneira integral, garantindo dessa forma a cura plena”, finalizou a presidente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *